Um vizinho amigo que vai embora: morre José do Carmo Braga, o Juquita

Faleceu dia 24/02/2013, em Belo Horizonte, José do Carmo Braga, o Juquita. Tinha 73 anos e não resistiu a complicações de um melanoma.

Antigo morador do bairro de Santa Tereza, viveu quando jovem perto da extinta ponte do Cardoso com os pais e nove irmãos. Após casar-se com a nortista Belmira, a “Mirinha”, viveu inicialmente no segundo quarteirão da rua Dores do Indaiá e depois em apartamento próprio na rua Divinópolis. O casal teve três filhos: Márcia, Paulinho (falecido na infância de leucemia) e Roberta. Márcia é casada com Júnior, filho do conhecido fotógrafo mineiro José Góes, com quem tem um casal de filhos. A mãe de Juquita, de 95 anos, estava presente ao velório que, como o enterro, aconteceu no cemitério do Bonfim.

Na maior parte de sua vida ele trabalhou no Bemge – Banco do Estado de Minas Gerais, incorporado nos anos 1990 pelo Banco Itaú. Trabalhei com ele durante poucos meses na virada de 1975-76. A esposa Mirinha sempre foi íntima amiga de minha tia Celma, falecida em 2007.

A foto abaixo, tirada durante a festa dos 80 anos de minha mãe Genny, em 2005, não está muito precisa mas foi a melhor que encontrei para deixar aqui a lembrança.

José do Carmo Braga, o Juquita

José do Carmo Braga, o Juquita

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: