João Ubaldo Ribeiro diz que os terceiridadistas andam muito irritados com a expressão “melhor idade”

Tem gerado muita ironia – e alguma irritação – o aparecimento de metáforas positivas para representar, e tentar dignificar, os idosos.

A maior polêmica ocorreu com a expressão “melhor idade”: mesmo entre os idosos mais otimistas prevalece o comentário de que se trata de um exagero desnecessário.

João Ubaldo Ribeiro, meu cronista favorito, está sempre a brincar com a velhice – tem 71 anos – em suas tradicionais crônicas publicadas n’O Estado de São Paulo, e puxou por este subtema no seu texto de 18/11/12:

…nós, terceiridadistas (resignemo-nos a ‘terceira idade’, pois que não há mais jeito, e recebamos com um sorriso dúbio ‘atroz idade’ e ‘indigna idade’, mas reajamos a bengaladas contra ‘melhor idade’ e ‘feliz idade’)…”.

E seguiu pelo mesmo caminho, mesclando informações sérias com ironias e brincadeiras; quase no final destaco também este trecho:

Os idosos, como adverte todo dia algum comentarista de entonações sinistras, cada vez aumentam em número e já começam a causar uma série de problemas. Deixá-los trabalhar mais tempo antes da aposentadoria não resolve, porque atravanca o mercado de trabalho para os jovens. Sustentá-los é uma carga cada vez maior para a previdência social. O sistema de saúde também sofre, sobrecarregado por uma demanda que não para de crescer. Não é impossível que se conclua que representam um custo impossível de pagar e o correto é morrerem pela pátria, como está nos hinos.”.

Para acesso ao texto integral, cliqueaqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: