Santiago de Cuba, a capital da parte oriental da grande ilha comunista

Santiago de Cuba (e não, apenas, Santiago) é a segunda maior cidade de Cuba, com cerca de meio milhão de habitantes.

Segundo a Wikipedia, foi fundada pelo conquistador espanhol Diego Velázquez de Cuéllar, em 1514. Hoje é capital da província (Estado) de igual nome.

Estive em Cuba em 2005: cheguei a Havana numa noite e na manhã seguinte embarquei para Santiago de Cuba num avião da empresa local Aerocaribbean, que cumpriu em duas horas e onze minutos, à velocidade de 450 km/h, os 847 quilômetros que separam as duas maiores cidades da comprida ilha, do quase extremo oeste (Havana) ao quase extremo leste.

Me hospedei no agradável Hotel San Juan mas, infelizmente, não consegui passear nas suas proximidades: na única tentativa fui seguido por cerca de meia dúzia – ou mais – de jovens desocupados que acompanham os turistas pedindo dinheiro e oferecendo mil serviços.

Narrei o fato em meu Diário de um Turista em Cuba, disponível em formato PDF na coluna da direita deste blog, ou pelo link http://marcio.avila.blog.uol.com.br/cuba.htm.

Felizmente foi o único problema com o jineterismo que sofri no último bastião comunista das Américas.

Sob a proteção de minha guia e do motorista, saquei esta foto, no centro histórico da cidade, da casa restaurada do descobridor Diogo Velasquez, hoje um museu:

Museu em Santiago de Cuba

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: