Pílulas de João Ubaldo Ribeiro sobre o mau uso da língua portuguesa (V)

Transcrevo outro trecho (que permite leitura independente) do artigo “A decadentização da língua”, de João Ubaldo Ribeiro, publicado n`O Estado de São Paulo de 22/04/2007:

‘Loira’, que era variante, agora está ficando padrão. Ninguém, que eu tenha escutado, diz que um sujeito é ‘loiro’ e eu acho que até pega mal em certas mesas de boteco, mas só se escreve ‘loira’ agora. Outras palavras não estão tendo formas destronadas, estão sendo expulsas da língua, como os bons e velhos verbos ‘pôr’ e ‘botar’. Acho que até em Itaparica galinha já está colocando ovo, em vez de botar. Colocando, imagino eu, é mais elegante. Da mesma forma, ‘penalizar’, um verbo antes tão expressivo, botou para fora ‘punir’ (não sem uma certa relação com o que acontece na sociedade) e ‘prejudicar’. Ninguém prejudica mais, só penaliza, que tem a vantagem adicional de terminar em ‘izar’.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: