Rio Acima (MG) inaugura a primeira maria-fumaça da região metropolitana de BH, mas só está liberando o acesso por etapas

A prefeitura de Rio Acima, pequena cidade de oito mil habitantes a apenas 34 quilômetros da capital de Minas Gerais, está construindo de forma paulatina – em pílulas! – o seu maior projeto turístico, uma maria-fumaça.

É um trem para passeios sobre a estrada de ferro que já foi o principal meio de transporte da região, e nas últimas décadas caiu no abandono.

Como abordei na análise do livro Rio Acima – Fragmentos da história de Minas, edição de 2010, autoria de Antônio Nahas Júnior, a cidade só foi emancipada em 1948, mas era um povoado que vivia da mineração dede o final do século 17, e desde o final do século 19 dependia do transporte ferroviário, agora substituído pelo padrão rodoviário nacional.

O denominado Trem das Cachoeiras já foi oficialmente inaugurado (30 de junho deste 2012), mas por enquanto só faz passeios curtos de 500 metros (segundo matéria do jornal Hoje em Dia) ou um quilômetro (segundo o departamento de turismo da prefeitura).

A inauguração ampla não parece estar longe: a prefeitura alega que falta apenas terminar um trecho (de asfaltamento).

Segundo o Hoje em Dia, “o projeto, fruto de uma parceria entre o Centro de Referência Ambiental e Turística (Crat) e a prefeitura, custou cerca de R$ 3 milhões. O diretor do Crat, Flávio Garcia Iglesias Fernandes, aposta no retorno do investimento em até 5 anos”.

O mesmo jornal informa, em outra reportagem, que a locomotiva (fabricada na Alemanha em 1924) foi encontrada em 2007 em uma usina de açúcar na Paraíba, puxando 30 vagões de cana por dia, e foi adquirida pela Prefeitura de Rio Acima, em parceria com o Centro de Referência Ambiental e Turístico (CRAT) do município. Depois de dois anos de restauração ela chegou à cidade.

E anuncia preços bem salgados para os passeios:

Para andar na maria-fumaça, a 15 km/h, é preciso desembolsar R$ 20 ou R$ 28, dependendo da escolha do vagão. Mas quem comprovar moradia em Rio Acima tem desconto de 40%. O Véu da Noiva e o Samsa são mais baratos que o Chica Dona, que tem decoração mais requintada. Os três compartimentos, batizados por alunos da cidade, têm ar-condicionado, música ambiente e televisão.

Acrescenta que “inicialmente, a Maria Fumaça deve percorrer um percurso de sete quilômetros saindo da Estação Ferroviária de Rio Acima, passando pelo Pontilhão de Aço e por uma cachoeira até o bairro Labareba, de onde retorna ao Centro da cidade. O trajeto acontece todo às margens do Rio das Velhas”. Os sete quilômetros somam a ida com a volta.

Boa sorte para Rio Acima, que realmente precisa de novas fontes econômicas para melhor atender a população.

Baseei meu texto em reportagens distintas do jornal Hoje em Dia (encontráveis na internet via Google), único diário da capital que está dando publicidade ao empreendimento. Tanto o site da prefeitura quanto o do CRAT são bastante falhos em informações.

O Trem das Cachoeiras é um projeto que mescla dinheiro público e privado, um formato de empreendimento frequente no Brasil, mas que sempre produz o risco de démarches e interrupções, pois é dependente da relação entre empresários e administradores públicos, com o agravante de que estes últimos possuem mandato fixo, são cambiáveis.

Mas foi uma iniciativa importante e respeitável: cabe aos órgãos fiscalizadores previstos pela Constituição – extensivo aos cidadãos e à mídia – o acompanhamento constante, ao longo dos anos, para viabilizar a transformação do projeto em um empreendimento estável, duradouro e lucrativo, de valor social.

Um comentário final, de temática linguística: o jornal Hoje em Dia registrou o trem de três formas: “maria-fumaça”, “Maria-Fumaça” e “Maria Fumaça”. Se consultasse o Aurélio, saberia que a primeira é a única correta, com hífen e minúsculas.

E na foto abaixo, também de 17/07/2012, meu pai posa junto à maria-fumaça que pretendemos conhecer e usar quando a prefeitura fizer a inauguração real:

Maria-fumaça de Rio Acima (MG)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: