Porque o Zorra Total permanece no ar, apesar da saraivada de críticas? (O humorismo na televisão contemporânea – II)

O Zorra Total é o último grande representante do formato clássico do humorismo televisivo: muitos atores, vários cenários, quadros independentes, músicas e paródias.

Mas já virou moda, principalmente entre os jovens, contestar a eficiência humorística do Zorra; aliás, as críticas são tão frequentes e duras que surpreende a sua manutenção na grade de programação da TV Globo.

Mas a empresa-líder do mercado televisivo é muito profissional; se o mantém, é porque ainda existe um razoável público consumidor, ainda que bem inferior ao de tempos áureos.

Um dos motivos da decepção de grande parte do público é incontornável: brasileiro gosta de palavras picantes, da erotização; gosta de rir de temas politicamente incorretos.

Para a Globo não compensa enveredar pelo caminho da apelação, pois o incremento de audiência pode não compensar o desgaste da controvérsia. A exceção é a erotização, o que nenhum veículo de mídia tem coragem de dispensar.

A opção adotada pelo Zorra, com quadros inspirados nos velhos musicais da Broadway e Hollywood, também não tem aceitação ampla, mas por outro motivo: falta de identificação com o público jovem.

O público mais velho até se encanta, pois é notória a eficiência do veterano diretor Maurício Shermann neste formato.

Mas nos quadros com personagens exagerados, caricatos, se percebe uma divisão na reação do público.

Quando a atriz Katiuscia Canoro começou a ganhar espaço com a personagem Lady Kate não me agradei, e até duvidei do seu poder de atrair público; acabei surpreendido pela informação de que as pesquisas indicavam o sucesso.

Pelo mesmo caminho segue o quadro da travesti Valéria e da feiosa-iludida Janete: eu acho chato, mas parece que uma parcela expressiva do público adora.

Em resumo, o Zorra Total tem um público cativo, mas uma grande parcela da população o detesta, e muda de canal ou desliga o aparelho depois da novela das nove, aos sábados.

E, mesmo entre aficionados, percebo que a audiência não acompanha todo o programa: quem não gosta de determinados quadros desvia a atenção ou muda de canal, ainda que apenas por alguns minutos.

Mas eu gosto do programa, e com isso viro a vítima do humorismo: riem de mim, do absurdo de alguém gostar do Zorra Total.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: