Excesso de oferta de emprego atrai incompetentes (fenômenos da economia brasileira contemporânea)

Cena urbana: o sinal vermelho se acende para os carros num movimentado cruzamento de duas avenidas de Belo Horizonte e um rapaz abre uma faixa publicitária, de pano, para chamar a atenção dos ocupantes dos automóveis das primeiras filas.

A mensagem da faixa: “Contrato corretores de imóveis, com ou sem experiência. Ligue 3082-6679”.

O puxador de faixa repete o ritual há pelo menos duas semanas (escrevo em meados de março de 2011).

A oferta é um indicativo do novo fenômeno da economia brasileira, que é a deficiência de mão de obra.

Uma situação atípica para o Brasil, que geralmente tem índices elevados de desemprego.

Pergunto: o que uma empresa imobiliária vai fazer com um corretor sem experiência?

A opção tradicional das empresas deste ramo e de muitos outros é preparação de aprendizes, de estagiários; profissionais só são contratados quando comprovam experiência através do currículo.

A quebra da tradição comprova a insuficiência de profissionais.

No caso do corretor de imóveis, a consequência mais comum do trabalho de um profissional ineficiente é a insatisfação do cliente, mas nas profissões que envolvem riscos ela pode ser bem mais grave.

Como acontece com os motoristas de caminhão: uma carreta na mão de um profissional despreparado ou irresponsável vira uma arma apontada para inocentes.

Mas os otimistas que se impressionam com o detalhe positivo do caso — a superoferta de empregos — podem se decepcionar no futuro.

A História ensina que a economia é cíclica e, quando os índices de desemprego subirem novamente, este exército nacional de mão de obra não qualificada será novamente prejudicado.

E permite a conclusão que a falta de qualificação profissional é uma deficiência social grave: ou produz baixos salários ou gera desemprego.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: