Taxistas precisam melhorar o relacionamento com os passageiros

Duas historietas acontecidas em Belo Horizonte, mas que certamente ocorreriam de idêntica forma em qualquer lugar do Brasil.

Em janeiro de 2011 eu peguei uma corrida curta de táxi do centro comercial para o bairro próximo de Santa Tereza.

O primeiro assunto da conversa com o taxista foi o horário de verão, demonizado por ele e por boa parte da população.

Depois ele se queixou da tradicional paradeza urbana do mês de janeiro e reclamou que só estava conseguindo umas poucas corridinhas curtas, de pouco lucro.

Não ficou claro se estava me criticando ou se esquecera da coincidência de meu curto trajeto, mas não passei recibo, fiz cara de paisagem.

E ganhei uma chance de matutar sobre a burrice humana, a incapacidade de entender que tratar mal o passageiro é uma forma de afugentar a clientela.

O motorista — como “bom” brasileiro — acha que não precisa ser cortês com o passageiro depois que acionou o taxímetro e garantiu o recebimento da tarifa.

É uma atitude individualista, sabe que dificilmente voltará a receber aquele passageiro.

Não entende que cada passageiro tratado de forma inadequada tende a reduzir o uso do serviço, optando pelo carro particular ou pelo transporte coletivo.

A segunda historieta também envolve taxistas.

Umas duas décadas atrás eles conseguiram que a prefeitura de Belo Horizonte concedesse um substancial aumento nas tarifas, e certamente ficaram muito alegres, na ilusão que o lucro seria na mesma proporção.

No dia seguinte a realidade desceu como uma pedra: a população se assustou e evitou os táxis, que em sua maioria ficaram parados, sem passageiros, nos pontos.

Os motoristas tiveram uma grande oportunidade de entender uma das mais básicas leis do mercado: a relação entre o custo e a procura.

A população não compra o que está caro.

Não me lembro se os motoristas pediram a redução ou o tempo providenciou a acomodação do mercado, mas o fato é que tiveram um grande prejuízo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: