A desvalorização dos cursos técnicos e a supervalorização da universidade

No Brasil, todo passo à frente empurra um passo para atrás.

A valorização – supervalorização – dos cursos superiores está causando uma injusta desvalorização dos cursos técnicos: os jovens preferem ser engenheiros eletrônicos a técnicos em eletrônica; agrônomos a técnicos agrícolas; engenheiros mecânicos a técnicos em mecânica

O velho Sistema S ainda batalha pela formação de técnicos; um exemplo é o Senai, que oferece cursos para muitas áreas.

Mas a supervalorização do terceiro grau faz com que as melhores cabeças procurem diretamente os vestibulares para as faculdades.

Com isso, a opção pelo curso técnico virou sinônimo de fracasso, como se o interessado estivesse admitindo previamente uma incapacidade de virar um doutor na sua área de interesse.

Pais e mães relutam em encaminhar o filho/filha para o curso técnico, com medo das críticas; o próprio jovem teme ser visto pela galera como um acomodado, fracassado, dono de baixa estima.

Um perfeito exemplo é a eletrônica: sua tecnologia avança, mas o mercado da manutenção (assistência técnica) permanece nas mãos dos leigos, dos práticos.

E tome diagnósticos de defeitos da rebimboca da parafuseta…

Anúncios

2 Respostas to “A desvalorização dos cursos técnicos e a supervalorização da universidade”

  1. nattnn Says:

    Um dos motivos se deve ao fato do CONFEA-CREA tentar valorizar os engenheiros através da desvalorização de técnicos, sabemos que hoje o engenheiro se tornou apenas um gestor, e o quem estão atuando diretamente são os técnicos, é comum vermos uma empresa com mais de 10 técnicos e apenas um engenheiro ou nenhum, mais barato para empresa colocar um técnico para fazer o mesmo serviço sujo do que um engenheiro, não quero entrar no mérito da qualidade dos serviços, quem é mais bem qualificado ou não, existem engenheiros e Engenheiros, técnicos e Técnicos, sabemos também que o conhecimento não está restrito a salas de aula.

  2. Márcio De Ávila Rodrigues Says:

    Obrigado por divulgar a sua análise da questão.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: