Erenice Guerra é o Zé Dirceu de saias, e da Dilma

Num post publicado no meu blog-UOL em 05/10/2009 eu parafraseei a injustiçada atriz Regina Duarte e tasquei o seguinte título ao texto: “Regina Duarte tinha medo do Lula, eu tenho é da Dilma Rousseff”.

Na época, começavam os buchichos sobre a possibilidade de Lula indicar a sua querida ministra para ser a candidata à sucessão.

O grande escândalo da carreira política de Lula foi protagonizado pelo seu amigo e consultor José Dirceu, quando este ocupava o cargo de ministro da Casa Civil.

Perdeu o cargo (substituído por Dilma Rousseff) e ainda teve o seu mandato de deputado federal cassado.

Erenice Guerra era o braço-direito de Dilma e a sucedeu como ministra da Casa Civil quando a chefe se desincompatibilizou, mas antes mesmo já era citada na mídia por acusações de irregularidades.

Em 16/09/2010 se demitiu sob uma chuva de acusações de irregularidades promovidas por parentes e por ela própria.

A verdade é que, independentemente das pessoas e partidos, quando aparecem indícios claros e graves de irregularidades promovidas por pessoas consideradas da confiança pessoal de um grande líder, só há duas opções: ou o chefe(a) é conivente ou é um ingênuo completo e despreparado.

Não há outras!

O pior deste caso é que é tudo previsível, esperável; a primeira encrenca pública foi a descoberta que um dossiê contra o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, repleto de documentos falsificados, fora elaborado em 2008 no gabinete de Erenice Guerra, então a secretária-executiva da Casa Civil, que já tinha Dilma como ministra.

A secretaria-executiva é o cargo mais importante do ministério, abaixo somente do ministro(a).

No ano seguinte descobriu-se que ambas pressionaram a Receita Federal para favorecer o filho do aliado José Sarney, ex-presidente da república.

Segue um resuminho sobre os escândalos, publicado pela revista Veja:

Quem é Erenice Guerra — A ficha da ministra da Casa Civil, sucessora de Dilma Rousseff, revela um histórico de casos polêmicos. Braço direito de Dilma Rousseff, Erenice Guerra, 51 anos, tornou-se ministra-chefe da Casa Civil em abril deste ano, quando Dilma saiu do posto para disputar a Presidência. Antes, tentou, sem sucesso, ocupar uma cadeira no Tribunal de Contas da União (TCU) e no Superior Tribunal Militar (STM). Formada em direito, filiou-se ao PT em 1981.

Dossiê contra FHC (abril de 2008) – Como secretária-executiva da Casa Civil, Erenice Guerra comandou a elaboração de um dossiê sobre gastos pessoais do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e da ex-primeira-dama Ruth Cardoso. O documento seria usado para chantagear políticos da oposição, em revanche às revelações de gastos de ministros de Lula feitas pela CPI dos Cartões Corporativos. O governo blindou Erenice e Dilma. A número 2 da Casa Civil sequer foi citada na sindicância interna sobre o caso.

Em prol dos Sarney (agosto de 2009) – A pedido de Dilma Rousseff, Erenice Guerra foi ao gabinete da então secretária da Receita Federal, Lina Vieira, para agendar uma reunião entre as duas. Na ocasião, Dilma pressionou Lina a encerrar uma investigação do Fisco sobre a família de José Sarney. Dilma negou o encontro. Lina revelou detalhes sobre ele, citando Erenice. As imagens do circuito interno de TV do Palácio do Planalto, que poderiam comprovar ou desmentir a reunião, sumiram, como revelou VEJA em julho de 2010.

Lobby na Casa Civil (setembro de 2010) – Reportagem de VEJA revelou que o filho de Erenice, Israel Guerra, comanda, com ajuda da ministra, um esquema de lobby dentro da Casa Civil. Por meio do pagamento de uma “taxa de sucesso”, o filho da ministra facilita a aproximação entre empresários e o governo. Um empresário do setor aéreo relatou ter conseguido contratos de R$ 84 milhões nos Correios após pagar um percentual de 6% ao grupo de lobistas. Nesta segunda-feira, 13, um dos assessores da Casa Civil citados no esquema, Vinícius de Oliveira Castro, pediu demissão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: